anatomia braço 5 pontos shu

5 Pontos Shu antigos

Existem, segundo a MTC, três tipos de pontos Shu no corpo.

Os 5 Pontos Shu antigos que vão ser estudados de seguida, os pontos Shu de todo o corpo, que são os pontos Shu (riacho), ou seja, o terceiro ponto dos 5 Pontos Shu e, por fim, os pontos Shu das costas ou pontos de assentimento que vão ser estudados no capítulo cinco.

Os 5 pontos Shu antigos são designados como os cinco pontos sangue de cada meridiano em particular e encontram-se relacionados com os cinco elementos.

São pontos de acupuntura de comando e dos elementos e localizam-se abaixo dos cotovelos ou joelhos e são, no seu total, 60 pontos, cinco de cada meridiano.

Designam-se, por ordem crescente de: pontos Jing, pontos Ying, pontos Shu, pontos Jing, pontos He.

5 Pontos Shu antigos: Pontos Jing (Poço)

Os pontos jing são muito usados para casos de Plenitude sobre o Coração. Nestes casos dá-se perda de consciência, desordens mentais, empaturramento ou morte.

Estes são sempre os primeiros pontos de acupuntura a contar das extremidades: nos meridianos Yang da perna são os últimos pontos e nos meridianos Yin da perna, os primeiros.

Nos meridianos do braço inverte-se a ordem: nos meridianos Yang são os primeiros pontos e nos meridianos Yin os últimos.

Quando se menciona Plenitude Calor sobre o Coração faz-se menção a um síndrome secundário resultante de quadros energéticos que envolvam o Fígado.

A perda de consciência dá-se devido à existência de Vento interno que é uma característica típica de quadros do Fígado.

Eliminam o Calor subjacente a esses quadros e eliminam Vento restaurando a consciência.

No quadro abaixo indicamos quais são os pontos Jing com as correspondentes indicações clínicas:

Pontos Jing/poço

Indicações clínicas

11P/Shaoshang febre alta com transtornos da consciência
9MC/Zhongchong irritabilidade, insónia, síncope vasovagal, febre alta, perda de consciência, coma
9C/Shaochong alterações mentais, ansiedade, depressão maníaca, febres altas com possíveis perdas de consciência
1F/Dadun Dor cardíaca súbita, hemorragias uterinas e infecções urinárias
44VB/Zuqiaoyin rigidez na língua com incapacidade para falar, problemas auditivos e oculares
1BP/Yinbai histeria, insónia e outros problemas psíquicos
45E/Lidui insónia, confusão mental e outros problemas psíquicos
1TA/Guanchong inflamações agudas da faringe e laringe, problemas auditivos (surdez)
1R/Yongquan ansiedade, dor cardíaca, afonia por causa psicossomática
1IG/Shangyang zumbidos e outros problemas auditivos, coma, perda de consciência
1ID/Shaoze febres altas com perda de consciência, coma
67B/Zhiyin[1] Cefaleia, hemorragias por calor (epistaxis)

5 Pontos Shu antigos: Pontos Ying (Primavera)

Dúvidas sobre tratamentos de acupuntura

Os pontos Ying (primavera), localizam-se, geralmente, junto às articulações, e são usados para tratar sensações de calor no corpo.

A sua função principal é eliminar calor, acalmar a Mente e eliminar calor do Sangue.

Como se compreende estes pontos actuam a nível do Coração: doenças febris, acalmam a Mente, eliminam calor do Sangue e do corpo. Seguem-se alguns exemplos:

Ponto Ying/primavera

Indicações Clínicas

10P/Yuji elimina Calor ou Vento-calor do pulmão como hemóptises, tosse seca, garganta seca, dor torácica
8MC/Laogong elimina Plenitude Calor do Coração (hemorragias, epilepsia e outros transtornos que afectem o Coração como angina do peito)
8C/Shaofu elimina Plenitude Calor do Coração (calor, dor cardíaca, etc…)
2F/Xingjian elimina Plenitude Calor do Fígado (hipertensão, problemas vasculares cerebrais)
43VB/Xiaxi plenitude Calor no meridiano (hipertensão, problemas auditivos provocados por calor)
2BP/Dadu sintomas digestivos provocados por quadros de Humidade-Calor ou Calor
44E/Neiting elimina Plenitude Calor do Estômago e Intestinos, sensação de queimadura no Estômago, inflamações agudas na face e órgãos dos sentidos
2TA/Yemen problemas auditivos provocados por calor
2R/Rangu elimina calor vazio (vazio de Yin) do Rim, desregulação da função sexual,
2IG/Erjian inflamações agudas que afectem a cabeça (face e órgãos dos sentidos)
2ID/Qiangu inflamações a nível de órgãos dos sentidos (faringite, rinite, etc…), epilepsia e outros transtornos psíquicos
66B/Tonggu problemas psíquicos e psicossomáticos

O ponto 8C é um ponto fogo e o ponto 44E é um ponto água. No entanto, visto, serem os dois pontos primavera, ambos eliminam calor.

5 Pontos Shu antigos: Pontos Shu (Riacho)

São usados para tratar sensação de peso e dor nas articulações. Síndroma doloroso especialmente decorrente de Humidade (sensação de peso).

Este critério aplica-se mais aos meridianos Yang que aos meridianos Yin e as suas funções incluem três situações distintas:

(1) sensação de corpo pesado,

(2) síndromes BI

(3) dor.

Um aspecto importante a salientar é o facto de que os pontos Shu dos meridianos Yin correspondem aos pontos fonte desses mesmos meridianos.

Isto tem implicações a nível das suas funções: os pontos Shu dos meridianos Yin são pontos com grande capacidade de tonificação e regularização das funções do Órgão (como é observado no quadro abaixo) enquanto que os pontos Shu dos meridiano Yang são mais usados para problemas dolorosos (a função de tonificação não é tão acentuada quanto nos pontos Fonte).

Assim temos como exemplo os pontos Shu 3ID, 3IG, 3TA são utilizados para tratar dos nos dedos e eliminam Humidade e Frio dos respectivos meridianos.

Damos, agora, mais alguns exemplos:

Pontos shu/riacho

Indicações clínicas

9P/Taiyuan tosse com expectoração-elimina Humidade através da tonificação do Qi do Pulmão
7MC/Daling acalma a Mente e alivia dor (angina do peito, etc…)
7C/Shenmen tonifica Qi/Yin/Yang/Sangue do Coração, acalma a Mente (palpitações, etc…)
3F/Taichong Regula o Fígado e tonifica o Baço (elimina Humidade): problemas menstruais; dor e problemas motores no pé
41VB[2]/Zulinqi cefaleia, dor no pé, lombalgia e abdominalgia
3BP/Taibai tonifica o Qi e Yang do Baço- gastroenterites  e outros transtornos digestivo
43E/Xiangu dor nos dedos e dorso do pé, dor abdominal, elimina Vento-Calor e Humidade dos meridianos
3TA/Zhongzhu elimina Humidade-Frio do meridiano, dor nos dedos
3R/Taixi dor por pedra no Rim, problemas motores no membro inferior
3IG/Sanjian elimina Humidade-Frio, dor de garganta, dor/paralisia dos dedos
3ID/Houxi elimina Humidade-Frio, dor no pescoço, dedos, mão e antebraço, lombalgia
65B/Shugu dor no bordo posterior da perna, local e cefaleias

5 Pontos Shu antigos: Pontos Jing (Corrente)

Os pontos Jing (corrente) são os quartos pontos dos cinco ponto Shu.

São conhecidos por tratar:

(1) afecções pulmonares: asma, tosse, problemas de voz, fazer descer o Qi do Pulmão, aliviar síndromes externos que afectem o Pulmão;

(2) sensações de frio e de calor: febre e arrepios e

(3) regular o Qi nos meridianos: esta função é mais acentuada nos meridianos Yin em que os seus pontos são usados em problemas de músculos/tendões e ossos.

Apresentamos alguns exemplos:

Pontos Jing/corrente Indicações clínicas
8P/Jingqu tosse, asma, dispneia, doenças febris com dificuldade respiratória
5MC/Jianshi trata sensações de calor e de frio, afonia súbita
4C/Lingdao afonia súbita, espasmos musculares
4F/Zhongfeng hérnias abdominais, problemas musculares no pé, lombalgias
38VB/Yangfu febre seguida de arrepios (sensações de frio e calor), lombalgia, atrofia muscular, espasmos musculares, hemiplegia
5BP/Shangqiu tosse seca, tosse com diarreia e perda de apetite, discurso não coerente, problemas na língua, problemas articulares[3]
41E/Jiexi dor de garganta tipo excesso
6TA/Zhigou tosse, face vermelha, doenças febris, afonia súbita
7R/Fuliu suores nocturnos, febre com ausência de sudação, problemas na língua que afectam o discurso, atrofia muscular
5IG/Yangxi dor de garganta tipo excesso, tosse provocada por quadros de frio
5ID/Yanggu febre seguida de arrepios
60B/Kunlun dispneia, tosse, rigidez no pescoço, lombalgia

5 Pontos Shu antigos: Pontos He (Mar)

Acupuntura para canal cárpico

Por fim os pontos He (mar) que se localizam perto das articulações do joelho e/ou do cotovelo são usados para tratar diarreia e qi rebelde.

Regulam as desordens dos Zang Fu, e são pontos de eleição para as patologias estomacais e intestinais.

Como actuam a nível de problemas urinários e genitais também se diz que estes pontos fortalecem o Rim: diarreias, enurese, espermatorreia, ejaculação precoce, etc…

Actuam a nível do Rim e das vísceras do Aquecedor Inferior: tem acção muito importante a nível deste Aquecedor.

Seguem-se alguns exemplos:

Pontos he/mar Indicações Clínicas
5P/Chize[4] diarreia, distensão abdominal, vómitos
3MC/Quze elimina Calor dos intestinos: vómitos, desinteria, etc…
3C/Shaohai vómitos de saliva aquosa
8F/Ququan elimina Humidade-Calor da Bexiga ou intestinos, trata alterações dos sistemas Yang: diarreia com sangue ou pús
34VB/Yanglingquan trata problemas estomacais e patologias intestinais associados a problemas no nível Shao Yang: icterícia, vómitos, etc…
9BP/Yinlingquan elimina Humidade-Calor da Bexiga ou intestinos, trata alterações dos sistemas Yang, tonifica o Qi do Baço, elimina Humidade de origem interna ou externa
36E/Zusanli trata problemas estomacais e patologias intestinais
10TA/Tianjing ver abaixo
10R/Yingu elimina Humidade-Calor da Bexiga ou intestinos, trata alterações dos sistemas Yang
11IG/Guqi ver abaixo
8ID/Xiaohai ver abaixo
40B/Weizhong Vómitos, diarreia e abdominalgia

Os meridianos Yang do braço tem um ponto de mar inferior que são pontos mar desses meridianos mas pertencentes a meridianos Yang da perna.

Estes três pontos tratam as afecções dos sistemas Yang. Assim temos:

37E – ponto Mar Inferior do Intestino Grosso, diarreia crónica e Humidade-Calor no Intestino Grosso.

39E – ponto Mar Inferior do intestino delgado, dor intestinal

39B – ponto Mar Inferior do triplo aquecedor, enurese (tonifica-se quando o aquecedor inferior se encontra em deficiência), retenção urinária e edema (dispersa-se quando o aquecedor inferior está em plenitude).

Como todos os pontos mar, usados para tratar patologias das vísceras, se encontram em meridianos Yang da perna podemos estabelecer um quadro mostrando os seis pontos mar-inferior:

meridianos pontos mar-inferior
estômago 36E/zusanli
vesícula biliar 34VB/yanglingquan
bexiga 40B/weizhong
intestino grosso 37E/shangjuxu
intestino delgado 39E/xiajuxu
triplo aquecedor 39B/weiyang

Os pontos He (mar) dos meridianos Yang do braço tratam alterações que afectem o meridiano mas não tratam alterações intestinais ou estomacais.

Assim temos as funções dos pontos mar dos meridianos Yang do braço:

11IG – trata alterações do meridiano do pescoço, ombros e face, é um ponto sintomático da febre, ponto de tonificação do Intestino Grosso

8ID – trata alterações do meridiano do pescoço, ombros e face, ponto de dispersão do Intestino Delgado

10TA – trata alterações do meridiano do pescoço, ombros e face, ponto de dispersão do Triplo Aquecedor

topografia pontos de acupuntura

Tabela de Resumo das Funções Gerais dos 5 Pontos Shu antigos

JING – POÇO/NASCENTE na ponta dos dedos das mãos ou pés (1º ou último ponto do meridiano) doenças mentais, perdas de consciência, coma, reanimação, febre alta, elimina calor
YING – MANANCIAL 2ª ou penúltimo ponto do meridiano elimina calor (acne, fogo do estômago ou dos órgãos correspondentes, febre, halitose)
SHU – RIACHO 3º ou antepenúltimo ponto do meridiano excepto no meridiano da vesícula biliar síndroma de dores nas articulações, sensação de peso no corpo, dor nos trajectos dos meridianos, síndromas BI
JING – RIO   asma, tosse, frio, calor, sensações de frio e/ou calor
HE – MAR nos cotovelos ou joelhos rebelião do qi, diarreia, desordens dos órgãos ou vísceras, tosse, asma

Tabela de resumo dos 5 Pontos Shu antigos

meridianos Jing/poço Ying/primavera Shu/riacho Jing/rio He/mar
pulmão 11/shaoshang 10/yuji 9/taiyuan 8/jingqu 5/chize
m. coração 9/zhongchong 8/laogong 7/daling 5/jianshi 3/quze
coração 9/shaochong 8/shaofu 7/shenmen 4/lingdao 3/shaohai
fígado 1/dadun 2/xingjian 3/taichong 4/zhongfeng 8/ququan
v. biliar 44/zuqiaoyin 43/xiaxi 41/zuinqi 38/yangfu

34/yangling

quan

baço/pânreas 1/yinbai 2/dadu 3/taibai 5/shanqiu 9/yinlingquan
estômago 45/lidui 44/neiting 43/xiangu 41/jiexi 36/zusanli
t. aquecedor 1/guanchong 2/yemen 3/zhongzhu 6/zhigou

10/tianjing

39B/weiyang

rim 1/yongquan 2/rangu 3/taixi 7/fuliu 10/yingu
i. grosso 1/shangyang 2/erjian 3/sanjian 5/yangxi

11/guqi

37E/shangjuxu

i. delgado 1/shaoze 2/qiangu 3/houxi 5/yanggu

8/xiaohai

39E/xiajuxu

bexiga 67/zhiyin 66/tonggu 65/shugu 60/kunlun 40/weizhong

Uso Clínico dos 5 Pontos Shu antigos

O uso clínico dos 5 pontos Shu antigos pode ser aplicado de três maneiras diferentes.

Os 5 pontos shu antigos podem usar-se de acordo com as estações, de acordo com a sua função especifica, ou ainda, de acordo com a lei dos cinco elementos.

cansaço físico

De Acordo Com As Estações

A selecção dos pontos é dependente da sua função e da estação do ano.

Pontos que eliminem calor são mais usados em alturas de maior Yang como a Primavera ou o Verão e pontos que não eliminem calor são usados em alturas de menos calor como Outono e Inverno.

Assim temos:

  1. pontos Jing – poço/nascente e Ying –manancial/primavera são usados na Primavera e Verão;
  2. pontos Jing –rio/corrente e he –mar são usados no Outono e Inverno.

No entanto podemos aprofundar o estudo desta acção clínica associando os pontos com os órgãos e estações.

Na realidade a escolha de pontos Jing para a Primavera e Pontos He para uso durante o Inverno não é aleatória.

A lógica acima descrita encontra-se mais explícita na correspondência que se faz entre os:

(1) 5 pontos Shu antigos,

(2) órgãos,

(3) estações do ano e

(4) funções clínicas.

No quadro abaixo é feita a relação entre estes factores associados.

5 pontos shu

órgãos Estação do ano Funções clínicas
Pontos jing/poço Fígado Primavera Reanimam
Pontos ying/primavera Coração Verão Eliminam sensações de calor
Pontos shu/riacho Baço/pâncreas Fim do Verão Dor com sensação de peso
Pontos jing/rio Pulmão Outono Sensação de frio e calor, tosse e asma
Pontos he/mar Rim Inverno Problemas intestinais e renais[5] (impotência, etc…)

De Acordo Com A Função Especifica

Podemos também recorrer aos 5 pontos shu antigos respeitando somente a sua função especifica.

Logo usamos os pontos Jing – poço/nascente para casos de Plenitude que afecte o Coração (Shen)[6], os pontos Ying –manancial para sensação de calor, os pontos Shu –riacho para sensação de peso no corpo e dor nas articulações, os pontos Jing –corrente/rio para tosse, asma e sensações de calor e frio e os pontos he –mar para rebelião do Qi e diarreia.

De Acordo Com Os Cinco Elementos

Ao usar os 5 pontos shu antigos de acordo com os cinco elementos devemos manter sempre presente o jogo mãe/filha dos cinco elementos. Se um elemento (Fogo) se encontra em deficiência tonificamos o elemento mãe (Terra) e se um elemento de encontra em plenitude (Madeira) dispersamos o elemento filho (Fogo).

Este jogo é feito com os pontos dos meridianos pois nesses pontos existem pontos Metal, Fogo, Madeira, Terra e Água.

Assim temos:

  1. se o Fígado (Madeira) se encontrar em plenitude dispersamos o filho (Fogo); o ponto Fogo do Fígado é o ponto número 2;
  2. se o Fígado se encontrar em deficiência tonificamos a mãe (Água); o ponto água do Fígado é o ponto número 8;
  3. se o Coração (Fogo) se encontrar em plenitude dispersamos o filho (Terra); o ponto Terra do Coração é o ponto 7.
  4. se o Coração (Fogo) se encontra em deficiência tonificamos a mãe (Madeira); o ponto Madeira do Coração é o ponto 9.
  5. se o Baço (Terra) se encontra em plenitude dispersamos o filho (Metal); o ponto Metal do Baço é o ponto 5.
  6. se o Baço (Terra) se encontra em deficiência tonificamos a mãe (Fogo); o ponto Fogo do Baço é o ponto 2.
  7. se o Pulmão (Metal) se encontra em plenitude dispersamos o filho (Água); o ponto Água do Pulmão é o ponto 5.
  8. se o Pulmão (Metal) se encontra em deficiência tonificamos a mãe (Terra); o ponto Terra do Pulmão é o ponto 9.
  9. se o Rim (Água) se encontra em plenitude dispersamos o filho (Madeira); o ponto Madeira do Rim é o ponto 1.
  10. se o Rim (Água) se encontra em deficiência tonificamos a mãe (Metal); o ponto Metal do Rim é o ponto 7.

Isto permite-nos construir um quadro com os pontos de tonificação e dispersão de cada dos Zang Fu pois as vísceras também possuem pontos de dispersão e de tonificação que se podem encontrar de acordo com os cinco elementos.

  TONIFICAÇÃO DISPERSÃO
PULMÃO 9 5
MESTRE DO CORAÇÃO 9 7
CORAÇÃO 9 7
FÍGADO 8 2
VESÍCULA BILIAR 43 38
BAÇO 2 5
ESTÔMAGO 41 45
TRIPLO AQUECEDOR 3 10
RIM 7 1
INTESTINO GROSSO 11 2
INTESTINO DELGADO 3 8
BEXIGA 67 65

Para facilitar o estudo do uso dos 5 pontos Shu antigos de acordo com os cinco elementos podemos formular uma tabela com os diferentes pontos.

Uma forma fácil consiste em dividir os meridianos Yin e os meridianos Yang.

O primeiro ponto Shu dos meridianos Yin pertence ao elemento madeira enquanto que o primeiro ponto Shu dos meridianos Yang pertence ao elemento metal.

Nas duas tabelas abaixo indicamos os pontos dos meridianos Yin e Yang.

TABELA COM OS 5 PONTOS SHU ANTIGOS DOS MERIDIANO YIN E RESPECTIVOS ELEMENTOS

Meridianos Yin p. jing/madeira p. ying/fogo p. shu/terra p. jing/metal p. he/água
pulmão 11 10 9 8 5
m. coração 9 8 7 5 3
coração 9 8 7 4 3
fígado 1 2 3 4 8
baço/pâncreas 1 2 3 5 9
rim 1 2 3 7 10

TABELA COM OS 5 PONTOS SHU ANTIGOS DOS MERIDIANOS YANG E RESPECTIVOS ELEMENTOS

meridianos p. jing/metal p. ying/água p. shu/madeira p. jing/fogo p. he/terra
v. biliar 44 43 41 38 34
estômago 45 44 43 41 36
t. aquecedor 1 2 3 6 10
i. grosso 1 2 3 5 11
i. delgado 1 2 3 5 8
bexiga 67 66 65 60 40

De Acordo Com Os Cinco Elementos e As Estações

beneficios da acupuntura

Na primeira parte deste capítulo apresentámos o uso clínico dos 5 pontos shu antigos de acordo com as estações.

No entanto, o estudo apresentou-se muito generalizado compreendido, essencialmente, nos sintomas em que cada uma das categorias dos 5 pontos Shu antigos se inseria.

No capítulo anterior estudámos o seu uso clínico através da teoria dos cinco elementos (mãe nutre filho em deficiência e filho dispersa mãe em Plenitude).

Esta técnica baseia-se no uso dos pontos de tonificação e dispersão compreendidos entro da lei dos cinco elementos e não sofre restrições com a estação.

Este tratamento que explicamos de seguida segue a mesma lógica que o anterior mas encontra-se sujeito às variações do ano (estações).

O seu estudo apresenta-se mais complicado pois implica uma compreensão profunda do último capítulo e a capacidade de manipulação da lei dos cinco elementos de acordo com as estações.

Passamos, de seguida, a explicar como funciona. Estudaremos, em primeiro lugar os meridianos Yin e, posteriormente, os meridianos Yang.

Como já referimos nos meridianos Yin o ponto poço/Jing corresponde ao elemento Madeira.

Consequentemente o ponto primavera/Ying pertence ao elemento Fogo e assim sucessivamente. Isto dá-nos a seguinte lista:

  1. Jing/poço – Madeira
  2. Ying/primavera – Fogo
  3. Shu/riacho – Terra
  4. Jing/rio – Metal
  5. He/mar – Água

Se correspondermos os elementos às estações a que pertencem ficamos com:

  1. Madeira – Primavera
  2. Fogo – Verão
  3. Terra – Fim de Verão
  4. Metal – Outono
  5. Água – Inverno

Ao fazer estas correspondências todas observamos uma formulação de lógica matemática muito simples. Se A=B e B=C, então A=C. Logo, temos, para os meridianos Yin:

  1. Jing/poço – Primavera
  2. Ying/manancial – Verão
  3. Shu/riacho – Fim de Verão
  4. Jing/rio – Outono
  5. He/mar – Inverno

Esta tinha sido a conclusão tirada na primeira parte deste capítulo quando estudámos as acções dos pontos de acordo com as estações.

Os pontos Jing tratam problemas como perda de consciência e coma que denunciam quadros de Vento interno.

Vento é provocado pelo Fígado que pertence ao elemento Madeira que se manifesta na Primavera. Os pontos Shu tratam problemas de dor com sensação de peso.

A sensação de peso é provocada pela Humidade e esta denuncia uma afecção do Baço.

O Baço pertence ao elemento Terra que corresponde ao Fim do Verão.

Os ponto He tratam problemas intestinais e renais (diarreia, impotência, etc…) que denunciam problemas ao nível do Rim.

O Rim pertence ao elemento Água que corresponde ao Inverno.

Estes são 3 exemplos para relembrar, por alto, o primeiro capítulo.

De seguida, atendemos à lei dos cinco elementos e observamos que a Madeira gera o Fogo, o Fogo gera a Terra, a Terra gera o Metal, o Metal gera a Água e a Água gera a Madeira.

Aplicando, agora, a teoria usada anteriormente (elemento em excesso dispersa-se a mãe e em deficiência tonifica-se o Filho) vemos que se o elemento Terra se encontrar em deficiência tonifica-se o elemento Filho (Metal) ou se se encontrar em excesso dispersa-se o elemento Mãe (Fogo).

Por fim, aplicamos esta teoria e toda a lógica que temos seguido até ao momento aos cinco pontos Shu.

Antes de apresentar uma tabela com os pontos de tonificação e dispersão em variação consoante a estação vou dar alguns exemplos.

O Pulmão encontra-se em excesso na Primavera. A Primavera corresponde ao elemento Madeira –  se este elemento se encontra em excesso dispersamos o elemento Filho – o elemento Filho é o elemento Fogo.

Vamos, agora compreender este mecanismo, recorrendo aos pontos de acupunctura: O ponto Primavera – Madeira do Pulmão é o ponto 11 (os meridianos Yin iniciam-se pelo ponto Primavera) – o seu ponto filho é o ponto Fogo – na ordem dos cinco elementos o elemento Fogo segue-se ao elemento Madeira – logo, o ponto Fogo é o ponto 10.[1]

O Pulmão encontra-se em deficiência na Primavera. Se existe deficiência tonifica-se o elemento Mãe – o elemento Mãe é o elemento Água – se o ponto Primavera/Madeira é o ponto 11, logo, o ponto Água/Inverno vai ser o ponto 5.

Conclusão: Na Estação da Primavera, o ponto de tonificação do Pulmão é o ponto 5 e o ponto de dispersão é o ponto 10.

O Pulmão encontra-se em excesso no Inverno. Ao Inverno corresponde o elemento Água – o ponto Água do Pulmão é o ponto 5 – em excesso dispersa-se o elemento Filho – o elemento Filho da Água é o elemento Madeira – o ponto Madeira do Pulmão é o ponto 11.

O Pulmão encontra-se em deficiência no Inverno. O ponto Água é o ponto 5 – em deficiência tonifica-se o elemento Mãe – o elemento Mãe é o elemento Metal – o ponto Metal do Pulmão é o ponto 8.

Conclusão: No Inverno, o ponto de tonificação do Pulmão é o ponto 8 e o ponto de dispersão é o ponto 11.

O Rim encontra-se em excesso durante o Outono. Outono corresponde ao elemento Metal – O ponto Metal do Rim é o ponto 7 – Em excesso seda-se o Filho – o elemento Filho é o elemento Água – o ponto Água do Rim é o ponto 10.

O Rim encontra-se em deficiência durante o Outono. O Outono corresponde ao elemento Metal – o ponto Metal do Rim é o ponto 7 – em deficiência tonifica-se a Mãe – o elemento Mãe é o elemento Terra – o ponto Terra do Rim é o ponto 3.

Conclusão. No Outono o ponto de tonificação do Rim é o ponto 3 e o ponto de dispersão é o ponto 10.

Abordámos 3 exemplos para explicar o mecanismo e aumentar a compreensão do seu funcionamento.

Abordámos, por duas vezes, o meridiano do Pulmão em Estações distintas e, por fim, o meridiano do Rim na Estação Outono.

O mesmo pensamento pode ser usado para todos os pontos, no entanto, visto, este já se encontrar bem explicado, cremos estar na altura de apresentar um quadro com todos os pontos de tonificação e dispersão dos meridianos Yin nas diversas Estações.

Tabela com pontos de tonificação e dispersão dos meridianos Yin de acordo com as Estações
  pulmão m. coração coração fígado Baço/pâncreas rim
  ton dis ton dis ton dis ton dis ton dis ton dis
Primavera 5 10 3 8 3 8 8 2 9 2 10 2
Verão 11 9 9 7 9 7 1 3 1 3 1 3
Fim de Verão 10 8 8 5 8 4 2 4 2 5 2 7
Outono 9 5 7 3 7 3 3 8 3 9 3 10
Inverno 8 11 5 9 4 9 4 1 5 1 7 1

Por fim, resta-nos apresentar a tabela para os meridianos Yang. Antes disso, vamos recapitular algumas partes, que me parecem importantes, e dar novos exemplos.

A razão para se apresentar quadros diferentes para os meridianos Yin e Yang é simplesmente, devido, à correspondência dos pontos com os elementos.

Como vimos, nos meridianos Yin o ponto Jing/poço corresponde ao elemento Madeira; nos meridianos Yang, o ponto Jing/poço corresponde ao elemento Metal.

Esta é a grande diferença: a lógica usada é exactamente a mesma.

Isto dá-nos a seguinte lista:

  1. Jing/poço –Metal
  2. Ying/primavera –Água
  3. Shu/riacho – Madeira
  4. Jing/rio – Fogo
  5. He/mar – Terra

Se correspondermos os elementos às estações a que pertencem ficamos com:

  1. Metal – Outono
  2. Água – Inverno
  3. Madeira – Primavera
  4. Fogo – Verão
  5. Terra – Fim de Verão

Ao fazer estas correspondências todas observamos, novamente, a formulação de lógica matemática A=B; B=C, então A=C. Logo, temos, para os meridianos Yang:

  1. Jing/poço –Outono
  2. Ying/manancial –Inverno
  3. Shu/riacho –Primavera
  4. Jing/rio – Verão
  5. He/mar – Fim de Verão

Depois destas correspondências ficamos a conhecer os pontos de tonificação e dispersão dos meridianos Yang nas diferentes Estações. Vamos ver alguns exemplos:

O Intestino Delgado em excesso no Fim de Verão. O Fim de Verão corresponde ao elemento Terra – o ponto Terra do Intestino Delgado é o ponto 8 (5º ponto shu) – em excesso dispersa-se o elemento Filho – o elemento Filho é o elemento Metal – o ponto Metal é o ponto 1 (1º ponto shu).

O Intestino Delgado em deficiência no Fim de Verão. O Fim de Verão corresponde ao elemento Terra – o ponto Terra do Intestino Delgado é o ponto 8 – em deficiência tonifica-se o elemento Mãe – o elemento Mãe é o elemento Fogo – o ponto Fogo é o ponto 5 (4º ponto shu).

Conclusão: No Fim de Verão o ponto de tonificação do Intestino Delgado é o ponto 5 e o ponto de dispersão é o ponto 1.

O Estômago em excesso na Primavera. A Primavera corresponde ao elemento Madeira – o ponto Madeira do Estômago é o ponto 43 (3º ponto shu) – em excesso dispersa-se o elemento Filho – o elemento Filho é o elemento Fogo – o ponto Fogo é o ponto 41 (4º ponto shu).

O Estômago em deficiência na Primavera. A Primavera corresponde ao elemento Madeira – o ponto Madeira do Estômago é o ponto 43 – em deficiência tonifica-se o elemento Mãe – o elemento Mãe é o elemento Água – o ponto Água é o ponto 44 (2º ponto shu).

Conclusão: Na Primavera, o ponto de tonificação do Estômago é o ponto 44 e o ponto de dispersão é o ponto 41.

A Bexiga em excesso no Verão. O Verão corresponde ao elemento Fogo – o ponto Fogo da Bexiga é o ponto 60 (4º ponto shu) – em excesso dispersa-se o elemento Filho – o elemento Filho é o elemento Terra – o ponto Terra é o ponto 40 (5º ponto shu).

A Bexiga em deficiência no Verão. O Verão pertence ao elemento Fogo – o pont Fogo da Bexiga é o ponto 60 – em deficiência tonifica-se o elemento Mãe – o elemento Mãe é o elemento Madeira – o ponto Madeira é o ponto 65 (3º ponto Shu).

Conclusão: No Verão o ponto de tonificação da Bexiga é o ponto 65 e o ponto de dispersão é o ponto 40.

Depois destes 3 exemplos, a relembrar o processo de compreensão dos pontos de dispersão e tonificação ficamos em condições de apresentar o quadro com os pontos e respectivas Estações.

Tabela com pontos de tonificação e dispersão dos meridianos Yang de acordo com as Estações
  v. biliar estômago t. aquecedor i. grosso i. delgado bexiga
  ton dis ton dis ton dis ton dis ton dis ton dis
Primavera 43 38 44 41 2 6 2 5 2 5 66 60
Verão 41 34 43 36 3 10 3 11 3 8 65 40
Fim de Verão 38 44 41 45 6 1 5 1 5 1 60 67
Outono 34 43 36 44 10 2 11 2 8 2 40 66
Inverno 44 41 45 43 1 3 1 3 1 3 67 65

NOTAS FINAIS


[1] Deve prestar-se atenção às manipulações que se efectuam com este ponto durante a gravidez.

[2] Apresenta-se como a única excepção na sequência dos cinco pontos Shu. No meridiano da Vesícula Biliar o ponto Shu não é o 3º ponto, como nos outros meridianos, mas sim o 4º ponto.

[3] Este é o ponto Mestre das articulações.

[4] As indicações clínicas deste ponto explicam-se com o início do meridiano interno do Pulmão no Aquecedor Médio e mantendo uma ligação com o Intestino Grosso.

[5] Na ordem dos cinco pontos Shu temos os pontos 11 – 10 – 9 – 8 – 5. Começa-se a contagem a partir do ponto 11 que corresponde ao elemento Madeira (estação Primavera).

[6] Quando se faz menção a problemas renais refere-se ao Rim entendido nos conceitos básicos da Medicina Chinesa. Por outras palavras funções do Rim como potência sexual encontram-se incluídas.

[7] Os pontos Jing/poço tratam afecções provocadas por Vento interno como perda de consciência, coma, etc… a Mente encontra-se necessariamente afectada e como tal o Coração. Além do mais os pontos poço tem grande capacidade de eliminar Calor que afecta a Mente mas que se encontra associado aos quadros patológicos do Fígado. No entanto, novamente, estes quadros afectam o Shen: por estas duas razões (que se encontram interligadas – vazio de Yin provoca súbida de yang o que também pode culminar num vazio de Sangue e consequentemente Vento interno – que se diz que estes pontos eliminam Plenitude Calor do Coração quando na realidade tratam afecções provocadas essencialmente pelo Fígado. Os pontos seguintes é que actuam em problemas cardíacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.