acupuntura para toxicodependência deixar de fumar com sucesso

Acupuntura para Toxicodependência

Desde há poucos anos (princípios de 2000) que se faz uma publicidade muito exagerada acerca dos benefícios da acupuntura para toxicodependência. Especialmente para deixar de fumar.

O hábito tabágico é uma das muitas dependências que a acupuntura pode tratar de acordo com muitos terapeutas.

Existem relatos de sucessos de 90% no combate à dependência tabágica mas de acordo com os diferentes estudos existentes estas estatísticas são completamente fantasiosas.

Universidade de Yale: controvérsia com os primeiros estudos

Uma das dependências que, supostamente, a acupuntura trata é a dependência da cocaína. Até a Universidade de Yale veio a público defender o sucesso desta terapêutica.

Infelizmente, foi obrigada a retratar-se pois estudos posteriores vieram negar estas alegações.

Na realidade o maior estudo alguma realizado no seio das medicinas alternativas foi criado com o objectivo de estudar a eficácia da acupuntura na dependência desta droga.

Para o estudo foram analisados 620 pessoas com dependência de cocaína tendo 208 dessas pessoas outras dependências de opiáceos.

Estas 620 pessoas foram divididas aleatoriamente em 3 grupos.

No primeiro grupo usava-se pontos de acupuntura especifícos para tratar dependência, no segundo grupo usava-se pontos de auriculoterapia sem importância no tratamento da dependência e o terceiro grupo observava vídeos relaxantes.

Arthur Margollin o responsável pelo estudo afirmou nas suas conclusões:

“We’ve found that acupuncture is not an effective stand-alone treatment for cocaine addiction and should not be offered to patients in contexts in which they receive either little or no concurrent drug counseling,… Whether or not acupuncture has a role to play in the treatment of cocaine addiction as an ancillary intervention, or as one component within a comprehensive treatment program, is something that needs to be addressed in future research.”

Um estudo apresentado no site da Sociedade Médica Brasileira de acupuntura indica que a associação entre acupuntura e orientação é eficaz no combate à dependência tabágica.

No entanto outros estudos precisam ser feitos de forma independente para confirmar os resultados. Ainda não está provada avalidade da acupuntura para deixar de fumar.

David Mayer do Medical College of Vergínia encontrou resultados algo díspares relativos ao uso da acupuntura no tratamento das dependências.

Culliton & Kiresuk observaram que os resultados eram inconclusivos devido à existência de uma série de erros de metodologia na formulação do estudo.

McLellan et ally chegou à conclusão que não existe nenhuma evidência séria de que a acupuntura tenha resultados no tratamento da dependência.

Num outro estudo de revisão, o autor, Ter Riel et ally chegou à conclusão que:

“claims that acupuncture is efficacious as a therapy for these addictions [dependência da heroína, do álcool e cessação tabágica] are thus not supported by results from sound clinical research”

acupuntura para toxicodependência deixar de fumar com sucesso

A melhor evidência cientifica: as últimas meta-análises

Existem várias meta-análises sobre acupuntura para toxicodependência.

Algumas são mais focadas num tipo especifico de dependência enquanto outras exploram a sua ações num grupo mais alargado.

A maioria dos jornais, incluindo jornais próprios destas especialidades, a fraqueza metodológica dos estudos e os poucos estudos disponíveis parecem eliminar qualquer hipótese de chegarmos a uma conclusão segura.

Um artigo publicado no EuropePMC conclui:

“Acupuncture can be offered to patients wishing to stop smoking within the framework of a global management programme. The association of acupuncture with classical aids increases the chances of the patient stopping.”

Outra meta-análise, publicada no jornal Tobacco Induced Diseases chegava à conclusão:

“Acupuncture combined with counseling, educational smoking cessation program or moxibustion was more effective than acupuncture as monotherapy with regard to long-term smoking cessation. Further, high quality trials are needed to confirm the result.”

Uma meta-análise da Cochrane sobre o tratamento da dependência de cocaína com auriculoterapia;

“The authors conclude that there is no evidence that any form of auricular acupuncture is effective for treating cocaine dependence. They recommend that better research be done, since it was difficult for them to draw conclusions from the few available studies.”

Outra meta-análise da Cochrane, publicada em 2014 sobre acupuntura no tabagismo chegou a esta conclusão:

“Three studies comparing acupuncture to a waiting list control and reporting long-term abstinence did not show clear evidence of benefit. For acupuncture compared with sham acupuncture, there was weak evidence of a small short-term benefit but not of any long-term benefit. Acupuncture was less effective than nicotine replacement therapy (NRT) and not shown to be better than counselling. There was limited evidence that acupressure is superior to sham acupressure in the short term but no evidence about long-term effects. In an analysis of the subgroup of trials where the treatment included continuous stimulation, those trials which used continuous acupressure to points on the ear had the largest short-term effect. The evidence from two trials using laser stimulation was inconsistent. The seven trials of electrostimulation do not suggest evidence of benefit compared to sham electrostimulation.

The review did not find consistent evidence that active acupuncture or related techniques increased the number of people who could successfully quit smoking. However, some techniques may be better than doing nothing, at least in the short term, and there is not enough evidence to dismiss the possibility that they might have an effect greater than placebo. They are likely to be less effective than current evidence-based interventions. They are safe when correctly applied.”

Outras meta-análises publicadas em revistas de menor qualidade, focadas unicamente nas medicinas complementares chamavam a atenção para a falta de qualidade do estudos publicados!

Reflexões éticas de um acupuntor cético

Há uns anos, numa discussão num fórum internacional acabei com uma interrogação de maior conteúdo ético que cientifico.

Estudos científicos dizem que a acupuntura não serve de muito para deixar de fumar. Mais exatamente dizem que a acupuntura como tratamento principal para tabagismo é uma nulidade completa.

Outros estudos dizem que a acupuntura como tratamento secundário para tabagismo – auxiliar de uma abordagem mais abrangente onde o paciente toma medicação e aconselhamento – pode ter algum efeito.

Infelizmente existem estudos contraditórios e os estudos que existem tem amostras muito pequenas, o que não permite tirar qualquer tipo de conclusões. 

Baseado nesses estudos e em diversas discussões que tive ao longo dos anos com colegas meus, acabei por não fazer tratamentos para tabagismo, exatamente porque a maioria das informações me dizem o contrário.

Tive colegas que deixaram de fazer tratamento para tabagismo porque não obtinham resultados nenhuns.

Outros referem eficácias de 50%, 30% ou 40%. Infelizmente isto são percentagens de café sem dados objectivos e estão mais dependentes da percepção dos meus colegas do que de dados concretos e fiáveis.

Também nas linhas atrás, mostrei as estratégias usadas nos tratamentos para deixar de fumar, e que tem como objectivo selecionar os pacientes que de certeza irão deixar de fumar. São as estratégias de triagem que tem resultado e não a acupuntura.

Os estudos científicos, a experiência de muitos colegas meus e as técnicas de triagem conduzem-me a uma única conclusão. O leitor já deverá ter percebido qual é.

Tratamento para tabagismo numa discussão com chad dupuis

Na discussão que tive, o meu interlocutor, fez-me a seguinte pergunta (depois da questão dos estudos científicos ter ficado resolvida):

“Since you are listed as a practitioner who practices acupuncture, what is your actual clinical experience with this health issue?  Do you personally get results?”(3)

Dupuis, nunca teve intenção de levantar uma questão que achei extremamente relevante. Queria somente reduzir a discussão à experiência pessoal

Basicamente a minha prática clínica no tratamento para tabagismo é virtualmente nula. Não existe. Népia.

Tratei muitos poucos casos porque existiam alguns estudos que sugeriam possíveis resultados possíveis e deixei de fazer esses tratamentos porque a maioria das informações claramente evidenciavam a inexistência de qualquer efeito da acupuntura para toxicodependência.

O meu problema é este: com as informações que se encontram disponíveis, como é que poderei ganhar prática clínica sem sentir que estou a enganar o doente?

1  Sei que os estudos científicos são contrários à eficácia da acupuntura no tratamento para tabagismo,

2 – que as provas que sustentam sucessos de 90% são completamente imaginárias,

3 – que as clínicas usam estratégias de triagem de pacientes e que as opiniões de muitos colegas (que se calam com medo de lhes ser passado um atestado de incompetência) são negativas quanto a este tipo de tratamentos.

Um paciente não está interessado em experiências clínicas ou marketing falso.

Efetivamente ele paga porque está à espera de lucrar algo com isso. Quando um paciente vem ter comigo para deixar de fumar eu sou obrigado a dar as melhores informações ao meu dispor, o que no caso da cessação tabágica não são as melhores.

deixar de fumar dicas e razões

O dilema ético no tratamento para tabagismo

Portanto, aceitar um paciente seria fechar os olhos ao que imensos estudos científicos afirmam, seria fazer afirmações completamente infundadas sob o ponto de vista de eficácia clínica e aceitar como verdadeira a publicidade falsa que inunda os canais de televisão e a internet.

Nenhum paciente vai querer gastar dinheiro se tiver este tipo de informações disponíveis.

Esta questão não afeta somente o problema no tratamento para toxicodependência.

Os meios das medicinas complementares são sobejamente conhecidos por prometerem curas falsas, por publicidade enganosa e uma grande aversão aos estudos científicos.

Como então, podemos aceitar um paciente e passar-lhe as melhores informações sem o enganar?

No caso dos tratamentos de acupuntura para dependências químicas (cocaína, tabaco, etc…) – e não só químicas obviamente – o caso ainda é mais problemático porque existe todo um conjunto de provas científicas e de estratégias que denunciam a eficácia destes tratamentos como fraudulentos.

A questão continua: como posso ganhar experiência no tratamento para tabagismo sem enganar os pacientes?

Estratégias de sucesso clínico para deixar de fumar

Muitos dos resultados milagrosos que os acupuntores vendem, podem ser explicados pela abordagem feita ao doente. E alguma manipulação estatística.

É importante levar em linha de conta as diferentes estratégias pois elas permitem seleccionar os pacientes com maior probabilidade de deixar de fumar.

Dentre as várias estratégias que observei ao longo dos anos destacam-se:

1 – levar mais dinheiro do que é costume num tratamento de acupuntura: esta técnica é usada por muitos terapeutas.

Qual a razão dos tratamentos de acupuntura para deixar de fumar terem de ser mais caros que os outros tratamentos de acupuntura?

Muito provavelmente porque enquanto o doente se lembrar do dinheiro que deu não terá coragem de pegar num cigarro. Pelo menos durante uns meses.

Por outro lado, só quem quer mesmo deixar de fumar é que dá tanto dinheiro. Escolhem-se os vencedores à partida.

Dentro desta técnica existem outras variantes como seja a de garantir resultados de 100% ou 90% o que aumenta a confiança do paciente no tratamento.

2 – A devolução do dinheiro também ajuda uma vez que o paciente se sente seguro da eficácia (esta estratégia era muito usada em 2009 por uma clinica que fez fama com tratamentos anti-tabágicos!)

Quando voltar a fumar o paciente retorna à clínica e vai ver que afinal tinha assinado um contracto onde se oferecia mais 3 ou 4 consultas grátis antes da devolução.

Uma vez que já não está interessado em continuar com as consultas ele vai embora. Mas vai ser contabilizado como sucesso!

3 – O contrário também pode ter um efeito positivo nos pacientes.

Dizer-se ao paciente que se fumar um cigarro durante o período de tempo do tratamento acaba com as consultas e não vê o seu dinheiro devolvido pode ser um estímulo para não fumar durante as primeiras semanas.

Este é o período mais difícil para se deixar de fumar.

4 – Outra estratégia, nos tratamentos de acupuntura para deixar de fumar, está em dizer aos pacientes que para o tratamento ter sucesso o paciente não pode fumar no dia anterior à primeira consulta.

Se um paciente conseguir ficar um dia sem fumar, muito provavelmente, vai conseguir deixar de fumar.

Escolhem-se os vencedores à partida e assim a acupuntura tem efeito de certeza absoluta.

Não sou contra o uso de estratégias psicológicas nos tratamentos de acupuntura para toxicodependência.

Mas sou contra afirmações abusivas sobre a real eficácia da acupuntura para deixar de fumar.

Na minha opinião, quantos menos tratamentos são prometidos e quanto melhor a eficácia mais aldrabados são os resultados.

Reflexões clinicas sobre o possível uso de acupuntura para sintomas de abstinência

Nesta fase do artigo é claro que a melhor evidência cientifica não suporta o uso e acupuntura, como tratamento individual ou principal, no combate às dependências.

Em alguns casos específicos, nomeadamente no acompanhamento durante internamento e em complemento a tratamentos primários, a acupuntura poderá ter alguma utilidade.

Uma abordagem possível da acupuntura no tratamento de dependências de drogas

Apesar de duvidar seriamente da eficácia da acupuntura para toxicodependência, considero como possível que a acupuntura tenha um papel secundário a desempenhar na medida que pode ajudar a aliviar alguns sintomas comuns em pacientes em abstinência.

Usar a acupuntura para sintomas de abstinência como insônia ou irritabilidade, em pacientes internados, tem toda a lógica.

Efetivamente a acupuntura é usada no dia a dia para tratar muitos destes sintomas de abstinência.

Muito provavelmente se a acupuntura realmente tem efeito no tratamento deste tipo de pacientes deve-se ao facto de conseguir aliviar estes sintomas e não necessariamente devido à sua capacidade de combater diretamente a dependência.

Alguns estudos onde a acupuntura foi usada como tratamento complementar parecem sugerir isso mesmo.

No entanto ainda existem poucos estudos desses, os estudos tem amostras pequenas e alguns tem resultados contraditórios pelo que não servem de grande prova.

Entre os diferentes sintomas que os pacientes em abstinência possam experimentar encontra-se a: insônia, ansiedade, agitação psíquica, agitação física, irritabilidade, dores, suores, tremores, etc…

Medicina Tradicional Chinesa

Acupuntura para sintomas de abstinência

Os sintomas de abstinência que pretendemos aliviar podem tratar-se de várias maneiras.

Podemos recorrer unicamente a pontos sintomáticos ou tentar adaptar todo o protocolo aos pontos que tratam o sintoma quando enquadrado num padrão clínico.

Um dos sintomas falados referia-se à sudação.

Para tratar a sudação posso unicamente recorrer aos pontos de acupuntura 6C (yinxi), 3ID (houxi), 4IG (hegu), 7R por exemplo.

Os mais usados costumam ser o 3ID (houxi) e 6C (yinxi). No entanto posso adaptar estes pontos a características particulares dos sintomas.

Por exemplo posso usar punção no 4IG para tratar padrões de calor o usar o mesmo ponto com aplicação local de calor em padrões de frio.

O 4IG ajuda a combater os suores e ao mesmo tempo serve de transição com outros pontos mais adaptados ao padrão clínico.

Assim juntamente com o ponto 4IG (hegu) para os suores associados a calor posso juntar os 2º pontos shu.

No caso do frio posso associar o 3ID com moxibustão no 4IG (hegu) e 14VG assim como usar outros pontos como o 36E (zusanli).

No entanto a sudação também se pode dever a vazio de yin onde se aconselha o ponto 7R (fuliu) ou 6C (yinxi).

O ponto 6C (yinxi) deveria ser mais usado quando existe grande agitação psíquica associada ou insônia enquanto o ponto 7R (fuliu) é mais importante quando existem sintomas urinários como agitação com urgência em urinar.

Sem dúvida que um dos principais princípios terapêuticos para tratar sintomas de abstinência nos pacientes em abstenção consiste em “acalmar a mente”.

Sintomas de abstinência como irritabilidade, insónia ou agitação psíquica são sintomas que se enquadram na esfera mental. Os pontos vão ser muito semelhantes.

Combinações como 13VB (benshen) e 24VG (shenting) são importantes.

Pontos distais como 6MC (neiguan), 7C (shenmen), 9R (zhubin) são relevantes na medida que ajudam a acalmar a mente.

Mais uma vez a compreensão destes sintomas num padrão clínico ajuda a definir quais os pontos mais importantes em cada paciente.

Por exemplo, usando o protocolo base 24VG (shenting), 13VB (benshen) e Anmian para pacientes com grande agitação mental, irritabilidade e insônia, podemos adicionar pontos de acordo com a relação de sintomas.

Em pacientes com vazio de yin do rim e coração poderíamos adicionar os pontos 6R (zhaohai), 9R (zhubin) e 7C (shenmen).

Nos pacientes com grandes padrões de calor poderíamos adicionar os pontos 8MC (laogong), 11IG (guqi).

Em pacientes com padrões de estagnação de Qi do fígado poderiam adicionar-se os pontos 34VB (yanglingquan), 3F (yaichong) e 6MC (neiguan).

Assim ficaríamos com 3 protocolos de acupuntura distintos:

A – 13VB (benshen), 24VG (shenting), Anmian, 6R (zhaohai), 9R (zhubin), 7C (shenmen)

B – 13VB (benshen), 24VG (shenting), Anmian, 8MC (laogong), 11IG (guqi)

C – 13VB (benshen), 24VG (shenting), Anmian, 34VB (Yanglingquan), 3F (taichong), 6MC (neiguan)

O mais provável seria o paciente apresentar insónia, irritabilidade e suores.

Como tal poderíamos associar estes protocolos de acupuntura com alguns pontos já mencionados:

A – 13VB (benshen), 24VG (shenting), ANMIAN, 7R (fuliu), 9R (zhubin), 6C (yinxi), 7C (shenmen)

B – 13VB (benshen), 24VG (shenting), ANMIAN, 8MC (laogong), 11IG (guqi), 4IG (hegu)

C- 13VB (benshen), 24VG (shenting), ANMIAN, 34VB (yanglingquan), 3F (taichong), 6MC (neiguan), 6C (yinxi), 3ID

Entre as reflexões clinicas e o marketing

Infelizmente, este grupo de reflexões sobre combinação de pontos ou uso de acupuntura para toxicodependência não se enquadra nos discursos atuais dos acupuntores mais dominados por marketing.

Em primeiro lugar, esta é uma abordagem que seria pensada em acompanhamento mais próximo e como complemento a uma série de atividades e tratamentos a que o doente teria acesso.

No entanto, os acupuntores vendem a acupuntura para toxicodependência como tratamento principal e individualizado.

Em segundo lugar, poucos estudos, e o próprio enquadramento complementar indica que a acupuntura poderia oferecer alguma ajuda mas nunca seria um tratamento disjuntivo ou revolucionário.

Contudo os acupuntores vendem sucessos clínicos revolucionários com taxas de sucesso acima dos 90%.

Em terceiro lugar, seria uma abordagem focada no acompanhamento mais próximo do paciente com o número de sessões a variar bastante consoante a resposta aos tratamentos, intensidade dos sintomas ou aceitação da terapia.

Mas os acupuntores vendem tratamentos ultra-eficazes com um número mínimo de sessões. Em alguns casos, defendem, basta uma única sessão!

12 tipos de acupuntura médica

Tratamentos de acupuntura para toxicodependência

Existe um modus operandi bem definido na maioria dos protocolos de acupuntura para toxicodependência.

Este modelod e raciocínio é muito comum e pode sofrer variações consoante as diferentes escolas de pensamento. Nestas linhas focamo-nos mais na acupuntura chinesa feita na China e não tanto nas múltiplas variações ocidentais.

O modelo resume-se aos uso de 3 variantes de acupuntura:

1 – uso de ponto isolado: muito usado no tratamento do tabagismo ou em pacientes alcoolizados.

2 – uso de protocolos de acupuntura tradicional: mais usados no tratamento de alcoolismo.

3 – uso de auroculoterapia: é comum o uso das áreas correspondentes ao pulmão, intestino grosso, estômago, shenmen, occipital, etc…

Tabagismo e acupuntura: Advanced Modern Chinese Acupuncture Therapy

Os autores (Ganglin Yin e Zhenghua Liu,) aconselham para deixar de fumar o uso de acupuntura regular, neste caso de um ponto extra em particular, e de acupuntura auricular.

O ponto extra aconselhado chama-se tianweixue e é localizado junto à mão a meia distância entre os pontos regulares 5IG (Yangxi) e 7P (Lieque).

O ponto 7P (lieque) encontra-se a 1,5 cun da prega transversal distal do punho, no bordo externo do tendão do longo supinador, enquanto o ponto 5IG (Yangxi) se encontra na tabaqueira anatómica (na imagem mostra-se o ponto 7P e a tabaqueira anatómica!)

Os autores aconselham a inserir a agulha, perpendicularmente ao ponto, 3 a 4 mm de profundidade e pedir simultaneamente ao paciente para inspirar.

Depois aconselham a manipular-se o ponto de forma ao paciente sentir dormência na mão e/ou braço.

Outra das sensações que se procura obter com a inserção desta agulha é um sabor metálico desagradável na boca.

Após estas manipulações a agulha deve ser mantida no ponto durante 15 minutos.

Relativamente à auriculopuntura (acupuntura na orelha) os autores aconselham os seguintes pontos: boca, língua, pulmão, fígado, peito, subcortex, shenmen, occipital, traquea.

Tanto o ponto extra como os pontos auriculares devem ser usados no tratamento de dependentes de drogas com vontade de deixar de fumar.

Tabagismo e acupuntura: Universidade de Nanjing

Este protocolo é baseado na obra de Universidade de Nanjing, Chinese Acupuncture and Moxibustion, publicada em 2002 pela Publishing House of Shangai University of Traditional Chinese Medicine.

Tem como objectivo apresentar o modelo de tratamento tabagismo/tratamento de drogas dos autores desta obra para futura comparação com outros modelos que aqui já foram apresentados ou serão apresentados no futuro.

Deixar de fumar significa eliminar a adição do cigarro e os sintomas de abstinência, como astenia generalizada e agitação.

De acordo com a medicina chinesa, fumar afcta as funções do coração, pericárdio, pulmão, baço e estômago, coduzindo especialmente a desordens do qi do pulmão.

Diferenciação semiológica

O tabagismo fará os fumadores sentirem-se mais repousados e confortáveis. Os fumadores podem fumar vários cigarros ao dia ou vários maços de tabaco ao dia.

Usualmente fumadores com vício tem história de tabagismo há mais de 6 meses ou 1 ano, tonando-se dependentes do cigarro.

Cessação tabágica pode levar a sintomas como incapacidade de trabalhar normalmente, astenia generalizada, agitação, desconforto na garganta, bocejar constantemente, visão nublada e bradiestesia.

Tratamentos de acupuntura

1 – Acupuntura regular (Body acupuncture)

Prescrição: Hegu (4IG), Lieque (7P), Zusanli (36E) e Kongzui (6P).

Modificação:

1 – Agitação: Shenmen (7C) e Sanyinjiao (6BP);

2 – Desconforto na garganta: Jiache (6E);

3 – Visão nublada: Jingming (1B) e Fengchi (20VB);

4 – Vertigens, Yintang (EX-HN-3) e Baihui (20VG).

Performance: os pontos são agulhados com agulhas filiformes; Hegu (4IG) e Lieque (7P) são estimulados com método de redução; estimulação forte é necessária quando a dependência provoca irritabilidade.

2 – Acupuntura auricular

Prescrição: Shenmen da orelha (TF4), nervo simpático (AH6a), pulmão (CO14), traqueia (CO16), Subcortex (AT4), Liver (CO12) e Estômago (CO4)

Performance: de cada vez são seleccionados 2 a 3 pontos e agulhados com estimulação forte; ou são usadas agulhas epidérmicas para se manterem na orelha ou é usado Wangbiliuxingzi (sémen vaccariae) para auriculoterapia alternativamente em ambas as orelhas cada 3-4 dias.

O paciente é aconselhado a pressionar os pontos de acupuntura auricular 3-4 vezes ao dia para controlar a irritação da dependência tabágica.

As sementes seladas são mudadas uma vez cada 3-4 dias.”

Alcoolismo e acupuntura: Advanced Modern Chinese Acupuncture Therapy

O primeiro tratamento para tratar alcoolismo com acupuntura consiste na utilização de um protocolo de acupuntura algo complexo.

Os autores não explicam a razão de ser deste protocolo. Indicam somente que deve ser usado em pacientes alcoólicos que desejem deixar de beber.

Indicam também o tipo de manipulação a fazer nas agulhas (redução) e o número de tratamentos sendo estes diários.

10 tratamentos diários fazem um curso e no total costumam ser necessários 3 cursos. Mas não indicam mais acerca da seleção de pontos.

O protocolo apresentado pelos autores é constituído pelos pontos de acupuntura:

6BP (Sanyinjiao), 40E (Fenglong), 44E (neiting), 3F (Taichong), 6MC (Neiguan), 9BP (Yinlingquan), 12VC (Zhongwan) e 7C (Shenmen).

Outros pontos para tratar alcoolismo com acupuntura

Os autores apresentam depois, isoladamente, um ponto do vaso governador. O ponto 25VG (Suliao) é aconselhado no tratamento de pacientes sob o efeito de álcool.

Aconselha-se a inserção do ponto a uma profundidade de 0.2 cun e manipulação durante 3 a 10 minutos.

Dar atenção que este ponto é usado em pacientes alcoolizados. O ponto 25VG (Suliao) encontra-se na ponta do nariz e tem diferentes funções como tratar problemas mentais como histeria, perda de consciência ou problemas nasais.

Neste caso pode ser usado para pacientes sob o efeito de álcool (pacientes bêbedos).

Finalmente os autores aconselham um determinado conjunto de pontos dentro da auriculoterapia (acupuntura auricular).

Mais uma vez estes pontos são aconselhados para pacientes alcoólicos que desejem abandonar o vício.

Os pontos escolhidos para tratar alcoolismo com acupuntura auricular são: boca, estômago, sanjiao, endócrino, shenmen, occipital, subcortex, apex da orelha.

8 questões sobre o protocolo NADA

O que é a NADA?

NADA é a sigla para National American Detoxification Association (NADA)[i], [ii].

Em que consiste o protocolo NADA?

O protocolo NADA é um protocolo de acupuntura auricular para tratar dependências. É um protocolo de acupuntura auricular fixo que não envolve diagnóstico e não costumam ser alterados.

Quais as áreas que constituem o protocolo NADA?

Este protocolo de acupuntura auricular é constituído pelos pontos: PULMÃO 2, SHENMEN, PONTO AUTONÓMICO, FÍGADO E RIM.

Quem pode aplicar o protocolo NADA de acupuntura auricular?

De acordo com Chad Dupuis do Yin Yang House, devido à sua natureza fixista existem imensos locais que permitem a administração do tratamento por não acupuncturistas.

O que é a ACACD?

ACACD significa American College of Addictionology and Compulsive Disorders.

Que protocolo usam no tratamento de dependências?

A ACACD usa o seguinte protocolo de acupunctura auricular: PONTO ZERO, SHENMEN, PONTO AUTONÓMICO, RIM, CÉREBRO, SISTEMA LINFÁTICO.

Estes tratamentos tem suporte científico?

Não. Não existe qualquer tipo de estudo que prove a eficácia da acupuntura para tratar dependências e muito menos os protocolos fixos de acupuntura auricular.

Curiosamente cada vez que um estudo científico conclui pela ineficácia da acupuntura, o estudo acaba por ser desacreditado, pelos acupuntores, por usar protocolos fixos.

Os mesmos acupuntores que defendem a validade dos protocolos fixos do NADA ou do ACACD.

Estes tratamentos são baseados na medicina chinesa?

De acordo com o site do NADA sim[iii]. Eles dizem especificamente que:

“While adapted to Western attitudes and conditions, the NADA method derives directly from the Chinese medicine theory of detoxification”[iv]

Muito dificilmente isto será verdade, pelo simples facto que qualquer análise em MTC se baseia na leitura dos sintomas e sinais clínicos do paciente para formação de diagnóstico (baseado em doenças e padrões clínicos) seguido de princípios terapêuticos.

Como é mencionado por Chad Dupuis:

“The detoxification protocols, in contrast with much of Chinese medicine, involve no diagnosis and are usually not modified in any way”[v].

A medicina chinesa não se baseia em protocolos fixos e não prescreve terapias sem um diagnóstico atempado.

Referências bibliográficas

http://www.yale.edu/opa/v30.n17/story16.html

MAYER, David J.; Acupuncture: Na Evidence-Based Review of the Clinical Literature; Annu. Rev. Med., 2000, pág. 49-60.

(3) http://www.yinyanghouse.com/forum/acupuncture-quit-smoking

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.